Um poema às quartas

Über die Verführung von Engeln

Engel verführt man gar nicht oder schnell.
Verzieh ihn einfach in den Hauseingang
Steck ihm die Zunge in den Mund und lang
Ihm untern Rock, bis er sich naß macht, stell
Ihn das Gesicht zur Wand, heb ihm den Rock
Und fick ihn. Stöhnt er irgendwie beklommen
Dann halt ihn fest und laß ihn zweimal kommen
Sonst hat er dir am Ende einen Schock.

Ermahn ihn, daß er gut den Hintern schwenkt
Heiß ihn dir ruhig an die Hoden fassen
Sag ihm, er darf sich furchtlos fallen lassen
Dieweil er zwischen Erd und Himmel hängt —

Doch schau ihm nicht beim Ficken ins Gesicht
Und seine Flügel, Mensch, zerdrück sie nicht.

DA SEDUÇÃO DOS ANJOS

Anjos seduzem-se: nunca ou a matar.
Puxa-o só para dentro de casa e mete –
– Lhe a língua na boca e os dedos sem frete
Por baixo da saia até se molhar.

Vira-o contra a parede, ergue-lhe a saia
E fode-o. Se gemer, algo crispado
Segura-o bem, fá-lo vir-se em dobrado
P’ra que do choque no fim te não caia.

Exorta-o a que agite bem o cu
Manda-o tocar-te os guizos atrevido
Diz que ousar na queda lhe é permitido

Desde que entre o céu e a terra flutue –
Mas não o olhes na cara enquanto fodes
E as asas, rapaz, não lhas amarrotes.

(Tradução de Aires Graça)

Anúncios

2 Respostas para “Um poema às quartas

  1. Nada assexuado esse brechtiano e soneteado anjo.

    Bandeira sempre Bandeira.

    É a estréia de Drummond na sessão? De qualquer forma, com alto brilho. A Morte do Leiteiro é um dos meus (e de muita gente) preferidos.

    (E aquele gol aos 48 ontem? Uma das piores coisas para o torcedor é tomar gol nesse trecho do jogo)

  2. Fabio Martelozzo Mendes

    Cara, na hora do gol de ontem eu gritei e pulei e minha cachorrinha que estava dormindo na sala tomou um baita susto!

    Ufa! O Verdão tá começando a responder ao Felipão! O jogo com o Vitória foi épico (mas o Vitória, coitado…), contra o Galo e esse contra o Flu foi muito bom! Pô, o Flu é um timaço, com Conca, Deco, Washington e uma defesa bem armada. E o Verdão partiu pra cima, tocou a bola, girou, pressionou e marcou! Excelente!

    Sobre os poemas, é, Brecht é Brecht. Mas conheço bem pouco a lírica dele. Mas estou fazendo um curso de intro.à lit.alemã (foi nesse curso que li o Heine) e vou estudar a lírica do Brecht também!

    Estou com pouco tempo. Preciso atualizar esse blog. Faz tempo que não falo de futebol e de música. Pior é que eu até que estou com as idéias na cabeça, mas falta o tempo de escrever esses rascunhos malfeitos que eu faço 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s