Um beijo no meio do caminho

Um beijo no meio do caminho

Rev. Luiz Carlos Ramos

Para o povo cristão, o período de 40 dias que antecede a Páscoa é um tempo de reconciliação. A parábola do filho pródigo (Lc 15. 11 – 32) nos ensina muito a esse respeito. Aquele filho experimentou um tempo quaresmal: teve de pas­sar por um jejum forçado; teve ocasião para meditar longamente sobre sua con­dição miserável ao lado dos porcos; e o resultado é que ele se arrependeu amar­gamente de seus enganos e desenganos…

É então que ele toma uma decisão: “Levantar-me-ei e irei ter com meu pai”. Imediatamente o rapaz se levantou e foi ao encontro do pai. Da mesma forma, o relato nos diz que, quando ele ainda vinha longe, o pai saiu ao encontro do filho. Ambos se encontraram no meio do caminho e se beijaram. Houve recon­ciliação, a paz foi restaurada.

Notemos que, para que a reconciliação aconteça, é preciso que alguém dê o pri­meiro passo e que alguém dê o primeiro beijo. Se é preciso que alguém volte, também é preciso que o outro saia ao encontro. Reconciliação é isso: reencon­tro. E para que aconteça, bastam duas coisas: um passo e um beijo.

Neste tempo que antecede a Páscoa, quando nos lembramos do grande passo de Deus em Cristo vencendo a infinita distância que nos separava dele, nos damos conta de que já está mais do que na hora de nos levantarmos, e darmos também nós esse importante passo em direção a Deus e em direção ao próximo.

Diz o Antigo Testamento que há tempo para abraçar e tempo de afastar-se de abraçar, pois este é o tempo de abraçar. Para isso basta darmos um passo e um beijo no meio do caminho.

Extraído do excelente Texto e Textura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s