De trás pra frente

Assisti neste fim de semana o filme “O Curioso Caso de Benjamin Button“. Como expliquei anteriormente, não vou às salas de cinema com a frequência que gostaria, o que faz com que meu papo cinematográfico seja sempre meses atrasado.

benjamin button

O filme é muito bom. Lembro-me de algumas críticas contraditórias na época de seu lançamento, algumas elogiando-o profusamente e outras menos empolgadas. De qualquer modo o Brad Pitt está bem como o personagem título (além de usar uma maquiagem bastante interessante – não assisti “O Leitor” mas alguns dos comentários negativos se deram em relação à maquiagem da Kate Winslett). Mas a Cate Blanchett, ah… Cate Blanchett, não por acaso é uma das minhas favoritas.

E a história, quase que uma ode à vida (pelo menos assim a vi) é baseada em um conto do escritor americano F.Scott Fitzgerald. Mas como não o li (ainda), me lembrei de outra obra literária com tema semelhante. “And Again?” de Sean O’Faolain.

1797339

A diferença em relação a Benjamin Button, que nasce velho e rejuvenesce à medida em que passa o tempo, é que o personagem principal do romance do autor irlandês é escolhido pelos deuses para servir de experimento: um ser humano terá a oportunidade de ter uma segunda vida. Porém, ao invés de “reencarnar”, o cara vai reviver tudo de trás pra frente, dos 60 anos de idade até voltar à infância e desaparecer como células reprodutivas. E, claro, sem se lembrar de um único episódio de sua vida anterior.

É uma delícia de leitura. Muito engraçado, principalmente nas cenas onde ele reencontra pessoas com quem já havia convivido antes porém sem lembrar-se de um único detalhe.

A reconstrução dos relacionamentos, o envolvimento amoroso do personagem principal respectivamente com mãe, filha e neta, a intrincada teia de referências literárias que vão de Edgar Allan Poe, passando por Charles Dickens, Samuel Taylor Coleridge e outros e o tema da constante solidão do personagem torna a leitura ao mesmo tempo divertida e profunda. Engraçada e melancólica.

Definitivamente recomendado. Infelizmente, nunca editado no Brasil. Quem garimpá-lo será premiado.

Anúncios

2 Respostas para “De trás pra frente

  1. Pingback: Retrospectiva 2009 – Filmes « Por quem os sinos dobram-blog de Fabio M

  2. Pingback: Retrospectiva 2009 – Livros « Por quem os sinos dobram-blog de Fabio M

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s